Carrinho (0,00) 0
As suas Compras

Não há produtos no carrinho

Tipos de Brinquedos

tipos de brinquedos

Já reparaste nos mais diversos tipos de brinquedos que existem?

Será que no fundo são todos iguais e têm o mesmo propósito?

Neste artigo vou desvendar o que são brinquedos educativos, brinquedos pedagógicos e materiais pedagógicos.

Não é necessário decorares estes conceitos ou definições, mas sim perceberes que existem diferenças entre os vários tipos de brinquedos, e que cada um tem a sua funcionalidade e finalidade.

Mas afinal, um brinquedo não é apenas um brinquedo?!

Podemos pensar que, em termos genéricos, um brinquedo é apenas um brinquedo, sim.

No entanto, para sermos mais específicos, podemos dividir esta grande área nos seguintes tipos de brinquedos:

  • Brinquedo Educativo
  • Brinquedo Pedagógico
  • Material Pedagógico

 

Brinquedo Educativo

Este tipo de brinquedo caracteriza-se por proporcionar uma brincadeira “livre”

Ou seja, as poucas regras que existem são muito claras e o bebé/criança pode usar o brinquedo sem a intervenção de um adulto para o corrigir. A presença do adulto é apenas necessária para garantir que o bebé/criança não se magoa com o brinquedo.

Permite desenvolver, principalmente:

  • A coordenação motora
  • A percepção de sons e cores
  • O foco
  • A imaginação

Exemplos deste tipo de brinquedos são:

  • Jogos de encaixe
  • Instrumentos musicais
Tipos de brinquedos
Painel Sensorial, ou Busy Board

 

Artigo relacionado: A minha Busy Board

 

Brinquedo Pedagógico

A presença de um adulto é necessária para explicar quais as regras deste tipo de brinquedo, pois a criança necessita de conhecê-las para brincar. As regras a cumprir são mais específicas que na utilização dos brinquedos educativos.

Permite, sobretudo, desenvolver:

  • O raciocínio
  • A memória

São exemplos deste tipo de brinquedos:

  • Jogos de tabuleiro
  • Jogos com letras e números

 

Material Pedagógico

Distingue-se do brinquedo educativo e do brinquedo pedagógico por ter sido estudado em pormenor para que a criança o possa manipular de forma a educar os seus sentidos específicos, tais como o da percepção:

  • do peso
  • da textura
  • da cor
  • da dimensão
  • do cheiro
  • do som

 

e é aplicado à pedagogia específica de ensino.  Desta forma, exige a presença de um adulto para supervisionar e esclarecer como se usa o material, já que existem regras muito claras e específicas de como se usa, e de como se deve mostrá-lo à criança.

Os exemplos mais conhecidos, da pedagogia de ensino Montessori, são:

  • A Torre Rosa
  • A Escada Castanha

 

O principal conceito a reter é que, se somos adeptos de uma ou mais pedagogias de ensino, é importante percebermos que materiais pedagógicos fazem parte dessa pedagogia, e que existem distinções.

A maior parte dos tipos de brinquedos que conhecemos, os mais genéricos e se calhar os que são mais fáceis de encontrar, são os brinquedos educativos e os pedagógicos.

E, por vezes, o melhor brinquedo é sair da rotina de casa, apanhar ar fresco, e brincar sem regras, livremente.

E se o teu filho se sujar? Significa que brincou muito!

 

Também existem pais que, ao identificarem-se com uma metodologia de ensino, apenas procuram mostrar aos seus filhos materiais daquela metodologia específica.

E está tudo bem, se assim for.

Mas mais importante que isso, é observares o teu filho e perceberes o que ele mais necessita.

Perceber em que fase de desenvolvimento está neste momento, e qual o brinquedo/material que lhe fará mais sentido manipular nessa fase que atravessa.

 

Artigo relacionado: A importância de ser um pai Presente

 

Cá em casa, identificamo-nos mais com a metodologia de ensino Montessori.

Contudo, não somos extremistas, e procuramos mostrar várias opções para o nosso filho, sejam eles brinquedos educativos, pedagógicos ou materiais pedagógicos.

Gostaria apenas de ressalvar que esta é a minha opinião pessoal, que também foi fundada através de pesquisas efectuadas.

O limiar entre cada conceito poderá ser muito ténue, e por vezes até se poderão misturar um pouco, originando alguma controvérsia saudável.

 

Infelizmente, também eu, na maior parte das vezes, tenho dificuldade em tentar fazer-me entender quanto falo com alguém que não está muito por dentro deste assunto.

Não é fácil explicar as diferenças entre brinquedo e material pedagógico, porque são conceitos que estão um pouco misturados, e o mais comum é utilizar a palavra “brinquedo” para qualquer coisa.

Agora que já sabes… olha para bem os brinquedos que tens em casa. Que tipo de brinquedos/materiais tens?

Já tinhas pensado nestes conceitos?

Gostaria de saber a tua opinião.

 

Obrigado pela tua presença.

 

 

Achaste este artigo interessante? Provavelmente estes também vão ser-te úteis:
» Tipos de Madeira
» Vantagens dos brinquedos de madeira
» Segurança nos Brinquedos – EN 71 e COVs
» O perigo escondido das tintas

RESPOSTA

O seu endereço de email não será publicado.

Ao publicar um comentário neste site, concordas com a politica de privacidade do site acerca de como os teus dados são guardados e geridos.

PortugueseSpanishEnglishFrenchGermanHungarianItalian

Categorias de Produtos

PortugueseSpanishEnglishFrenchGermanHungarianItalian